DESTINOS

11 de jun de 2011

 

Destinos que se cruzam por tantas coisas a dizer,
Se na lembrança ficará isso eu não posso saber.
Entre lágrimas e sorrisos por um bem querer,
Destinos que se cruzam por um caminho a percorrer
Por maior que seja a distância, nunca mais vou te esquecer...
Arrisco um sorriso e imagino que podera ser para sempre.
Olho para os lados e vejo que não estou só,
Carrego na mente que a vida pode ser bela,
E vale pela esperança de encontrar o que está perdido,
E aquilo que procuramos, sem saber bem o que é,
Mas que sempre estarei tentando, pois viver apenas por viver,
Não tem graça nenhuma sem ti...

0 COMENTÁRIOS:

Amigos do Blog